Obrigado Mãe!




MÃE!


Obrigado por tudo que fez por mim. por sempre me proteger em seus braços e me abrigar em seu coração...

Obrigado por brincar de casinha comigo, sentar-se no chão e comer as "comidinhas" que eu "fazia"; me ensinar a jogar palitos, a jogar damas e também fazer de conta que eu ganhei a partida.
Obrigado pela boneca 'Gracinha' e fazer de conta que ela era sua neta. Obrigado por guardar no bolso de seu avental sempre um docinho embora tinha sempre que dividir com meu irmão.
Obrigado por me contar as histórias: A Galinha Pintada, A Formiguinha e a neve, Os três carneirinhos, O Cabra Cabrez, João e Maria, entre outras.
Obrigado por, sempre que podia, me levar no seu trabalho, no mercado, na igreja, na casa dos parentes e também pra... Cândido Rodrigues..., - passeios de trem inesquecíveis que ocorriam sempre que possível.
Ahh! Candido Rodrigues! Tem cheiro de infância.
Lá minha infância criou formas e cores, foi irrigada de fantasias que também criaram memória eterna em comum com as primas e primos. Lembranças que os tios escreveram com a caneta carinho; dias inesquecíveis! Experiências de sustos, medos da capela, do saci, do menino com o pé virado pra trás, da vaca, do touro bravo, e também...saudade do caldo de cana, das deliciosas mangas, os pães assados no forno de barro, a comida deliciosa... Mas..., que muitas vezes, eu derrubava no chão, e as galinhas que estavam sempre por perto comiam por mim. Cândido também foi lugar das alegrias e das inúmeras brincadeiras nas grandes árvores, as brincadeiras com as cordas que pegávamos  do paiol e que eram usadas nos arreios dos cavalos, as buscas por frutas nos pomares vizinhos, no sabor das pequenas aves caçadas pelos primos...
Araraquara...
Nossa casa!
A simplicidade de nossa casa com uma comidinha sempre quentinha que eu rejeitava muitas vezes por falta de apetite, mas que, na medida do possível ,sempre tinha uma segunda opção: doces, leite, sopinha de pão com leite, pão com manteiga e açúcar, gemada...hummmm. Também adorava as vitaminas que você fazia com a esperança de termos mais apetite como a caracú ou o biotônico com ovo de pato e leite condensado e eu: sempre roubava um cálice a mais porque era docinho.
As deliciosas cocadas que até hoje procuro e não encontro iguais, mas que eu as vendia todas, assim que saia de casa com a cesta cheia e um pano muito branco por cima delas, e ,o 'lucro' sempre era revertido em algo mais saboro ainda.
Mas também tem a parte dura que preciso agradecer, aquele olhar que me conduzia a mudar imediatamente minhas atitudes, a mão pra traz que escondia um belo cordão pra sapecar as pernas de quem ainda estava na rua brincando após o combinado e após ter sido chamado várias vezes, também por ter sumido das vistas por muito tempo, ter brigado,é melhor não lembrar muito os etc...
Valores que tinhamos que seguir, mas que formaram nosso caráter como pessoas.
Quanto amor!
Amor pra reprovar!
Amor pra corrigir!
Amor pra brincar junto!
Amor pra ensinar...
E como aprendi! Aprendi a trabalhar e dar duro sem esperar muito lucro, nem almejar muito dinheiro, mas nunca desistir, mesmo depois da canseira  arrumar forças pra servir a quem precisasse.
Em casa, qualquer pessoa podia chegar a qualquer hora que a senhora sempre tinha almoço e jantar quentinho e se precisasse era  só esperar pra dar tempo do feijão cozinhar.
Nossa casa tornou-se abrigo e moradia pra muita gente. De tempos em tempos havia alguém pra ser cuidado, alimentado, orientado, depois que arrumassem emprego e estudo então saiam e davam lugar pra outros que estavam migrando de Cândido Rodrigues. Sempre tinha gente trabalhando e dando trabalho. Fazendo comida e se alimentando, lavando e sujando...
Assim o tempo passou e quando você percebeu sua caçula estava se casando e te causando o maior momento de solião que te vi passar.
Mas!!!  Logo a solidão deu lugar para alegria! Alegria de receber dois lindos netos que foram sua alegria em especial. Além dos outros netos amados e que você nunca deixou de ter pra cada um deles. Mas pra mim você é referencial de amor, vida, coragem, força, mas acima de tudo de MÂE.
Sua filha Susy, a caçula. a  minha eterna gratidão!
... mesmo que hoje você não possa ver as vitórias que alcancei, mas no fundo acho que sabe de tudo e que seus netos estão criados, o Thi já está casado e tem uma esposa maravilhosa. è um homem com uma fé inabalável, mas acima de tudo aquilo  que ele se tornou como pessoa no trabalho, na fé, na amizade, e como filho, o meu maior prazer é saber que  ele sabe amar e que isso ele nunca vai deixar de aprender e se tornar a cada dia. A Tha é uma linda mulher, e continua fazendo dengo, mas é uma mulher que aprendeu a lutar, buscar o que quer, as vezes se sente cansada, mas nunca desiste! Família é a palavra chave pra eles, mesmo diante de tantas dificuldades o amor é o que prevalece pra sempre e que a cada dia estamos aprendendo a: AGRADECER! OBRIGADO!
Ah! O meu casamento deu muito certo por muito tempo, amei de verdade, mas... depois começou a ficar desgastado no relacionamento e muitas coisas aconteceram para me deixar triste demais e desistir, mas fico feliz que a tempestade passou. Hoje ele continua sendo um pai presente e é uma pessoa que respeito muito pela  força, coragem que faz dele um homem batalhador e que não esqueceu do amor e de amar aqueles que estão a sua volta, embora, ainda, muitas vezes joga tudo pro alto e machuca as pessoas a quem ele ama.
E também...
E eu? continuo amando e sendo amada!!
ABAIXO UMA LEMBRANÇA SUA ESCRITA DE PRÓPRIO PUNHO E MOSTRA QUE VOCÊ ESTUDOU POUCO MAS DEU UMA LIÇÃO DE 72 ANOS DE VIDA QUE NINGUÉM APRENDERÁ JAMAIS SENTADO EM UMA CARTEIRA DE SALA DE AULA, MAS QUE EU A ROSINHA, O NANÃ, E O DANIEL TIVEMOS O GRANDE PRIVILÉGIO DE SERMOS CRIADOS PELO SEU AMOR.OBRIGADO!
Que alegria! no dia 06/06/2012 nasceu a Laurinha, filha do Thi. É linda, saudável e parece muito com você. Tem o seu olhar, o rosto redondo como o seu e sei que possui geneticamente esse amor que você deixou.

E dia 23/10/2015 nasceu a Amanda




A Rosinha tem outros netos além do Rafael, que é a Raquel, irmãzinha do Rafa e a Júlia, filha do Lu e também o Samuel, filho da Suzana. E o Nanã vai ser avó agora em 2013, a Sofhia, filha do Fernando está chegando.